Mãe se recusa a abortar bebê com anomalia e filho nasce perfeito: ‘nós oramos muito’

Um caso ocorreu deixando os médicos pasmos. Kate Mckinney e seu marido Bobby enfrentaram dias difíceis, Kate que já era mãe de três meninas acabou engravidando novamente.

No entanto, depois de alguns exames eles receberam uma recomendação para não ter a criança. Isso por conta de uma má formação que a criança viria a ter. A anomalia na criança teria sido descoberta por médicos do hospital onde Kate fazia seus exames regularmente.

Os profissionais explicaram que a criança poderia contrair uma espécie de fluído no pescoço e que isso poderia ser o sinal de várias doenças. A família deixou o hospital arrasada, mas disposta a não abandonar a idéia de ter a criança.

Quando a gravidez já tinha 18 semanas, os médicos insistiram para ela desistir, pois a criança viria a morrer no parto. Ela não acreditou e prosseguiu com a idéia de ter a criança.

Mas o que ninguém esperava aconteceu. Na hora do parto, o bebê nasceu sadio e sem apresentar quaisquer problema. A família acredita que foram às correntes de orações que salvaram a criança. “Acredito firmemente que minha fé foi testada durante esta gravidez. Deus queria ver se eu faria o impensável e concluiria Seu plano,” – disse a mãe da criança.

Compartilhe em suas rede sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares